Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

sábado, 3 de outubro de 2009

E-MAILS OCULTOS (4º e-mail)

De: olarreltenebroso@televoproinferno.cao
Para: disceramalvadao666@televoproinferno.cao

Assunto: A informação que faltava (mas há outras de menor importância)

Ateu. Achei legal saber que a sua vítima é um ateu. Humanos assim são cada vez mais comuns... Estou satisfeito (não sei por quanto tempo) com o que li no último e-mail que enviou para mim. O que poderia tirar a minha satisfação é o fato de que você não me informou também qual é o tipo de ateu que ele é: se é um ateu "intelectual" ou se é um ateu comum. Não que isso seja essencial, mas a tentação é uma arte (assim como a imitação da luz dos escravos do Adversário), e todo e qualquer detalhe faz a diferença na sua missão de levar o paciente para o Inferno. "Intelectual" ou "comum" são rótulos diferentes para a mesma coisa. Ambos negam a existência de nosso Adversário (e como trememos por causa da presença dele!) puramente por questões volitivas, só que o "intelectual (novamente entre aspas, porque de intelectual ele nada tem) tem uma lista mental pré-fabricada de desculpas idiotas que, assim como nós usamos pele de ovelha para enganar outras, se passam por provas ou argumentos coerentes, lógicos e condizentes com a realidade; e o comum se pode dizer que é um tipo de ateu mais "honesto", já que não usa de desculpas "intelectuais", e o seu estilo de vida já revela o motivo da descrença. O ateu comum também não está muito preocupado em levar outros para o ateísmo. Se bem que ser ateu está na "moda", graças a nós! Não pretendo prosseguir nesta questão por enquanto; quando souber o tipo de ateu que ele é, posso voltar a falar algo sobre isso. Díscera, você é um verme de sorte! Ele já está no caminho que temos indicado para a humanidade há milênios. O que você tem que fazer é impedir que qualquer manifestação espiritual lhe retire da sua descrença. Além disso, manter os olhos dele sempre voltados para as coisas deste mundo, para o estritamente "material". É uma pena! Que bom seria se ele fosse um supersticioso como a mãe, uma devota de pedaços de gesso. Aí a gente ia deitar e rolar fazendo aparições particulares e achando graça e sentido prazer da sua fé idealizada. Apesar de que o ateísmo não é uma visão religiosa tão segura como o espiritismo, para manter a vítima distante do Adversário, sempre devemos dar suporte para a fé não-cristã daqueles que estão sob nossos "cuidados". Você verá que se fizer conforme as minhas palavras, tudo vai dar certo, e deixará de ser uma vergonha no nosso reino o mais rápido possível. Deixe-me sempre informado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

nome: